Redução Física de Dados

De Qknow
Ir para: navegação, pesquisa

Introdução

O termo redução de dados refere-se a capacidade do QlikView de esconder parte dos dados que não são de interesse para um usuário ou grupo. Se o ambiente dispõe dos recursos oferecidos pelo QlikView Publisher Server pode fazer uso deste serviço para distribuir de maneira segmentada parte de um mesmo painel a diferentes usuários ou grupos. Ao mencionar a redução de dados é importante descrever os papéis de cada componente na arquitetura QlikView.

  • QlikView Desktop: Na base da elaboração dos painéis encontra-se o QlikView Desktop destinado a extração dos dados, aplicação de regras de transformação e qualidade, além de solução para elaboração de painéis. Ou seja, em uma mesma ferramenta é possível realizar as operações de obtenção dos dados e camada de apresentação. Os resultados são arquivos .QVW (QlikView Workbook) contendo instruções de extração/transformação e a camada de visualização.
  • QlikView Server: No meio da pirâmide encontra-se o QlikView Server Enterprise que responde pela carga dos dados em memória para acesso dos usuários via HTML 5.0 (navegador) ou protocolo QVP (QlikView Protocol), este último através do próprio QlikView Desktop. Este servidor contém ainda um serviço Web que transforma os arquivos .QVW em respostas HTML para os navegadores, permitindo uma enorme capilaridade de usuários pelos mais diversos dispositivos.
  • QlikView Publisher: Faz parte da linha de servidores e dentre suas diversas capacidades é possível destacar os dois pontos principais. Primeiro, carrega os dados diretamente das fontes usando arquivos .QVW e, segundo, utiliza de recursos de distribuição para reduzir os dados contidos em um arquivo com base em um critério estabelecido, distribuindo painéis menores para usuários ou grupos de interesse. O gerenciamento do Publisher é realizado o mesmo console do Enterprise Server (QMC).
PublisherReduction01.jpg

Em um típico cenário que envolve o QlikView Publisher, o usuário elaborador do painel cria e publica o arquivo .QVW no Publisher Server contendo as strings de conexão com as fontes de dados além da interface do painel. Neste momento, todos os dados estão presentes no arquivo. No Publisher, uma tarefa de execução do script do painel é criada e fará o processo de recarga dos dados a partir das fontes estabelecidas, arquivos ou bases de dados. Baseado em uma regra de negócio estabelecidas (por exemplo, por UF), o Publisher Server encarrega-se de separar a porção de dados (registros) de cada unidade da federação para um arquivo separado, levando consigo todo o relacionamento que existe entre as diversas tabelas carregadas em memória.

Os arquivos menores contém os dados específicos de cada UF conforme regra de redução estabelecida no processo de distribuição no Publisher Server. Estes arquivos são automaticamente gravados no Enterprise Server para acesso dos usuários via protocolo HTTP (AJAX) ou QVP (QlikView Desktop). Em cada arquivo há somente a porção dos dados referente a UF utilizada na redução, aumentando a segurança sobre a disponibilidade do painel para o usuário ou grupo correto.

Quais arquivos reduzidos os usuários terão acesso compõe a regra de distribuição que pode ser incluída no processo do Publisher Server. Assim, quando o usuário se autentica no Access Point o Enterprise Server apresentará apenas os painéis (ou arquivos .QVW reduzidos) para o qual o usuário ou grupo tenha o acesso previamente estabelecido, derivando então o processo de redução física e distribuição de painéis. Os arquivos (painéis) que o usuário não tiver acesso sequer aparecem (por padrão) no Access Point.

Nesta arquitetura o Publisher sempre se encarregará de recarregar os dados com base no período estabelecido de recarga e realizar o processo de redução e distribuição dos painéis em conformidade com os parâmetros estabelecidos no QMC (QlikView Management Console). Este artigo descreve os passos para as configurações iniciais do Publisher Server no processo de redução e distribuição de painéis a usuários e grupos.


Validando o Publisher Server

Para certificar-se de que o ambiente em questão opera com o Publisher Server é preciso verificar se o serviço está instalado e licenciado. É sempre recomendável que o QlikView Server Enterprise esteja instalado em um equipamento diferente do Publisher Server, mas não há impeditivo para que estejam instalados no mesmo servidor (tecnicamente falando). Para verificar se o serviço está instalado e sendo executado no sistema operacional Windows Server, é possível visualizar o status do serviço no Server Manager, conforme figura a seguir.


PublisherService01.PNG


O serviço QlikView Distribution Service responde pelo Publisher e deve estar com o status de Iniciado no ambiente Windows Server. Porém, isto não significa que os produto está pronto para uso, pois deve ter sido licenciado. Um Publisher Server licenciado é visualizado no QMC (QlikView Management Console) conforme imagem abaixo, acessada pela guia Status seguido de Services. Para licenciar um servidor QlikView Publisher é preciso ter adquirido as licenças correspondentes e aplicá-las seguindo os procedimentos descritos no artigo de licenciamento e instalação.

  Nota:  Para acessar o QMC o usuário precisa pertencer ao grupo QlikView Administrators no sistema operacional Windows Server.

A figura a seguir demonstra o resultado do uso do QMC para avaliar se o serviço do Publisher está instalado e operacional.


PublisherService02.PNG

Configurando a Redução (Publisher)

Assumindo que um determinado painel possui inúmeros indicadores por Unidade da Federação (Estado), é possível utilizar o Publisher Server para criar múltiplos arquivos contendo apenas os dados relevantes aos usuários de cada regional, permitindo que os trabalhos possam ser feitos de maneira otimizada e organizada, além de segmentar os elementos de permissão. O primeiro passo é copiar o arquivo .QVW que contém os scripts de extração e a interface do painel para a pasta do Publisher Server, que por padrão é definida no seguinte caminho:

C:\ProgramData\QlikTech\SourceDocuments

Note que o caminho informado não é o mesmo que tipicamente se utiliza como padrão para publicações de painéis no ambiente do QlikView Server Enterprise. Diferente do C:\ProgramData\QlikTech\Documents utilizado para carregar os dados IN-MEMORY, o Publisher utiliza uma outra pasta como repositório dos arquivos que podem ser utilizados no processo de carga, redução e distribuição.

  Nota: A pasta ProgramData é oculta no sistema operacional. Digite o caminho da pasta no prompt do Explorer.
PublisherService03.PNG

Considerando que o arquivo já foi copiado para a pasta acima indicada (SourceDocuments), com um clique sobre o nome do painel é possível acessar do lado direito do QMC as opções de recarga, redução e distribuição de dados. Note que para chegar até o atalho mostrado na figura ao lado é preciso um clique nas opções Documents seguido de Source Documents no QMC. Após um clique no nome do painel é possível visualizar um atalho com sinal de mais (+) no canto superior direito da janela do QMC, que ao ser acionado apresenta as configurações de recarga com algumas guias (abas) de configuração, incluindo a guia de redução Reduce.


PublisherService04.PNG

Para permitir a redução para diferentes arquivos o QMC precisa abrir o arquivo para coletar a relação de campos e valores. Por isso, o botão Open Document deve ser acionado, o que carrega os dados e a relação dos campos depois de alguns instantes. Nesta guia é possível informar uma redução por filtros, selecionando o campo e determinando os valores a partir da opção Simple Reduce. Porém, para o exemplo que está sendo apresentado nenhuma configuração será realizada neste ponto da janela de redução, passando diretamente para a configuração do Loop and Reduce.

PublisherService05.PNG

Na lista de campos que podem ser utilizados para redução é preciso escolher aquele para o qual se deseja criar um arquivo para cada valor presente no campo. No exemplo acima foi utilizado o campo UF para que todo o painel seja gerado contendo os dados de cada UF em arquivos separados que podem ter diferentes destinos, inclusive o envio em formato .PDF por e-mail. Note que a caixa de listagem Fields foi preenchida com o valor UF que é um campo do modelo de dados. Uma vez que múltiplos arquivos serão gerados, é importante determinar qual o formato do nome de cada arquivo. Por exemplo, pode conter o nome do painel seguido do valor da UF, facilitando a visualização dos painéis no Access Point. Obviamente múltiplos arquivos serão gerados e precisam ter um nome único se forem destinados a mesma pasta do QlikView Enterprise Server. A nomeação dos arquivos é automática e considera os parâmetros da mesma janela de redução quando o atalho a seguir é acionado.

PublisherService06.PNG

Inúmeras opções para formar o nome do arquivo estão disponíveis e podem ser visualizadas na janela abaixo. No exemplo em questão foi utilizado o nome do arquivo original, seguido de um caractere underline e cada valor encontrado no campo UF. Assim, serão criados arquivos com nomes semelhantes a Painel de Acientes_DF, Painel de Acientes_SC, Painel de Acientes_GO e assim por diante para cada valor único encontrado dentro do campo.


PublisherService07.PNG

Ajustando as Formas de Distribuição

A redução de dados pode ocorrer por diversos motivos incluindo retirar dados desnecessários ou defasados, apresentar apenas conteúdo de interesse filtrado por um campo, segmentar arquivos para múltiplos interessados, entre outros. O passo seguinte à redução é definir quem são os destinatários dos dados e para onde os painéis devem ser encaminhados. Adicionalmente, é preciso definir em que periodicidade os painéis serão distribuídos pelo Publisher, definindo inclusive qual servidor Enterprise ou Small Business será usado para receber os arquivos que serão acessados pelos usuários.

A guia seguinte ao passo de redução refere-se ao modelo de distribuição dos dados. O primeiro e mais simples define quais serão os usuários que terão acesso aos painéis reduzidos. Neste formato as permissões individuais não são atribuídas e podem ser configuradas posteriormente em nível de partição NTFS. Para fins de entendimento esta será a opção descrita nesta seção do artigo. Note que é possível incluir distribuições para múltiplos servidores QlikView bastando para isso acionar o ícone com um sinal de (+) no canto superior direito do item Distribute to QlikView Server.


PublisherService08.PNG


Assumindo que os usuários do domínio podem ter acesso a todos os arquivos que serão segmentados por Unidade da Federação o User Type é definido para All Authenticated Users. O botão Apply no canto inferior direito da janela do QMC confirma as seleções feitas. Após as configurações terem sido implementadas é preciso executar a tarefa criada pelo QMC selecionando o link Status seguido de Tasks no alto da janela. Assim o QMC exibe a tarefa que foi criada como resultado da configuração da redução & distribuição semelhante figura a seguir.


PublisherService09.PNG


Como a tarefa não possui agendamento, para executar o teste é preciso acionar o botão equivalente ao play, circulado na figura acima. Neste momento o Publisher Server fará contato com as fontes de dados, carregará os dados no painel e dividirá vários arquivos .QVW conforme a regra estabelecida, neste caso, um para cada UF. Ao acessar o Access Point será possível visualizar um aquivo para cada registro existente no campo UF. Qualquer usuário autenticado terá acesso aos arquivos menores distribuídos. O controle de acesso, neste caso, pode ocorrer em nível de partição NTFS. A seguir a imagem do Access Point contendo a relação dos arquivos .QVW tal como foram configurados para serem criados.


PublisherService10.PNG


Caso seja necessário distribuir os arquivos de acordo com o usuário autenticado no Access Point, será preciso utilizar as configurações presentes na opção Loop Field in Document acessado pelo atalho do QMC através da sequência Documents seguido de Source Documents, ReloadEngine@ServidorPublisher e finalmente Painel de Acidentes.QVW. Com um clique sobre o nome do painel é possível acessar a guia Distribute onde a opção Loop Field in Document está presente. Novamente o arquivo deve ser aberto acionando o botão Open Document. Semelhante ao modelo de redução lógica de dados, um campo do modelo deve conter alguma informação que ligue os dados ao usuário autenticado. Este campo deve ser selecionado na opção Field containing recipient information. Por exemplo, se for o nome do usuário que exista no modelo, a opção Check user identity on será preenchida com User Principal Name. Assim, quando a tarefa for novamente executada serão criados os arquivos considerando as permissões de cada usuário dentro do modelo.


Idea 1.jpg

Entenda mais!

Veja como restringir o acesso aos dados dentro de um painel utilizando SECTION ACCESS.


Envelope01.jpg
Procurando Algo? Fale Conosco!

Voltar | Índice de Artigos | Página Principal