QuickMap - Mapa de Polígonos

De Qknow
Ir para: navegação, pesquisa

Introdução

QlikMapBrazil1.PNG

Mapas de polígonos representam uma área fechada por extremidades ligadas umas as outras através de linhas conectadas. Ou seja, para formar um polígono é preciso que haja ao menos 3 pontos interligados por linhas. Em mapas geográficos estes pontos podem ser chamados de vértices e, milhares deles, formam as regiões, estados, cidades, municípios e quaisquer outras formas que se deseja apresentar.

Como mapas são sempre boas saídas da visualização pragmática de gráficos, é importante que mantenham interação com os demais componentes visuais do QlikView, como gráficos de Barra ou Pizza. Porém, nem todas as extensões permitem interações, algumas das quais são destinadas apenas a visualização de dados resultante das seleções e filtros do usuário, como ocorre no mapa apresentado na seção Heatmap.

Outras extensões, como a que será apresentada nesta seção, permitem recursos de interação. Ou seja, tanto é possível selecionar em uma lista um determinado valor para ser refletido no mapa quanto é possível selecionar no mapa e ver a resposta em todo o modelo associativo. Ainda mais interessante é o fato de que a extensão coberta por esta seção possui recurso de drill down, de maneira que será possível adentrar em um Estado para visualizar seus Municípios.

Esta extensão está disponível para download a partir deste portal bem como a partir da comunidade Qlik na Internet. Construída para ser livre e replicada, não necessita de licenciamento. Antes que possam ser utilizadas é preciso que sejam instaladas no QlikView Desktop. Para usar uma extensão de polígonos como esta é preciso ter uma relação de pontos de latitude e longitude onde o primeiro e o último ponto são iguais, interligando todas as retas.

Além do arquivo de extensão que pode ser obtido neste artigo, uma relação de latitudes e longitudes dos Estados e Municípios Brasileiros estão disponíveis em formato .QVD, tornando esta seção ideal para representações de dados geográficos no Brasil. A próxima seção apresenta a extensão e o local para obter os arquivos.


Sobre a Extensão Quick Map

Lembre-se que para utilizar extensões é preciso que estas tenham sido adicionadas ao QlikView Desktop por meio de um arquivo .QAR. Recorra ao artigo principal sobre mapas para compreender melhor estes arquivos, se necessário. Para fazer uso dos exemplos presentes neste documento é preciso fazer o download dos seguintes arquivos, disponíveis nos links abaixo:

  • Arquivos de Dados (.QVD) dos Estados e Municípios Brasileiros: Quick_Map.zip
  • Extensão quick_Map a Ser Adicionada no QlikView Desktop: QVDs_Brasil.zip
  Nota: Para fazer a instalação da extensão do Qlikview, apenas clique duas vezes no arquivo .QAR em um computador com o QlikView Desktop instalado.

O .QAR é basicamente um arquivo compactado que contém outros arquivos que são descompactados automaticamente quando o arquivo é aberto em um computador que possua o QlikView Desktop instalado. Múltiplos arquivos são gravados sob a estrutura de pastas do usuário que estiver autenticado, geralmente em um caminho semelhante a:

C:\Users\Franco.Galati\AppData\Local\QlikTech\QlikView\Extensions\Objects

  Nota: A pasta AppData é oculta por padrão no sistema operacional Windows. Digite o caminho na barra do Windows Explorer para visualizar os arquivos.

Extensões no Desktop funcionam em modo Web, portanto é preciso acionar o modo Web View para que seja possível adicionar e trabalhar com as propriedades das extensões. O modo Web pode ser acionado a partir do menu View escolhendo a opção Turn on/off WebView, ou a partir da barra de design com um clique no último botão (destacado abaixo).


WebViewButton1.png


NewSheetObject1.PNG

Com o modo Web View ativo, ao clicar com o botão da direita em qualquer área vazia do painel é possível visualizar a opção New Sheet Object, que permite que novos objetos possam compor um painel. Na janela apresentada é possível adicionar os elementos padrão do QlikView, além dos objetos em forma de extensões. Com um clique em Extensions Objects a relação de extensões é exibida, incluindo a recém instalada extensão para mapas: Qlick Map.

Para adicionar o mapa ao projeto basta arrastá-lo da janela de extensões para a área desejada no painel. Será possível visualizar uma caixa que circula o tamanho do mapa, como um janela tradicional exibida em qualquer outro objetivo. O tamanho da janela adicionada pode ser redimensionada para se adequar ao local e formato desejados. Neste momento, como não há dados referentes aos polígonos, nada além de um botão de Zoom é exibido na janela. Para configurar as propriedades do mapa, incluindo as dimensões, cálculo das cores e outros aspectos visuais, basta um clique com o botão da direita sobre o objeto para acessar a opção Properties.

A relação de propriedades varia de acordo com a extensão e habilita personalizações no componente com as configurações que foram elaboradas pelo construtor da extensão. Na figura ao lado é possível notar que existem outras extensões instaladas no equipamento onde o exemplo foi montado. Cada uma delas possui suas próprias características e propriedades. Portanto, as configurações apresentadas neste artigo referem-se as características presentes no Qlick Map.

Assumindo que a extensão foi obtida, instalada e testada de acordo com as instruções mencionadas até este ponto do artigo, a seção seguinte demonstrará como carregar os dados necessários a apresentação do mapa e configurar os aspectos visuais importantes. Esteja certo de ter realizado o download do arquivo compactado que contém os arquivos .QVD referentes aos polígonos do Brasil.



O mapeamento dos arquivos .QVD foi realizado pelo profissional e colega Pablo Labbe, o qual agrademos.

Utilizando a Extensão

Com a extensão instalada é hora de realizar a carga dos dados que darão vida ao mapa. Para isso, é preciso abrir o editor de scripts (CTRL + E) para carregar os dados de polígonos das regiões de interesse. Este exemplo será configurado para realizar a operação de drill down a partir de Regiões, passando por Estados e até municípios. Para que seja possível carregar os dados em formato .QVD, os seguintes passos devem ser executados:

1. O arquivo de polígonos deve ser baixado e gravado no local desejado em disco.

2. Com um utilitário de descompactação, os arquivos devem ser extraídos do arquivo QvdBrazil.zip.

3. Verifique se com a descompactação uma pasta chamada Mapas foi criada contendo diversos arquivos .QVD.

Q:\QvdBrazil\Mapa\QVD-Maps

4. Com os arquivos disponíveis, retorne ao QlikView e no editor de scripts inicie a carga dos arquivos .QVD de acordo com a sequência a seguir.

Brasil_Atributos:
LOAD ID As IDUF, Area, Regiao, Geocodigo, UF, Nome, NomeCaps, Populacao2004, DensidadeDemografica
FROM QVD-Maps\Brasil_Atrib.qvd (qvd);
Esta primeira carga refere-se as métricas que serão utilizadas para representar as cores dentro dos polígonos. Neste caso pode ser substituído pela tabela do projeto real. A ligação do modelo associativo com o restante dos arquivos .QVD se dará pela UF e Município.

5. Em seguida são carregados os arquivos que contém os polígonos em nível Brasil.

Brasil_Poligonos:
LOAD ID As IDUF, Coordinates As CoordinatesUF 
FROM QVD-Maps\Brasil_Poli.qvd (qvd);

6. O próximo passo é a carga de todos os demais arquivos .QVD, como segue abaixo. Note o asterisco instruindo o script a carregar todos os .QVD's.

Estados_Atributos:
LOAD ID, UF, NomeMunicipio, NomeMunicipio&' - '&UF As [Mun/UF]
FROM QVD-Maps\*_Atributos.qvd (qvd);

Estados_Poligonos:
LOAD ID, Coordinates As CoordinatesMUN
FROM QVD-Maps\*_Poligonos.qvd (qvd);
Regioes: 
LOAD BR_Regioes.Name As Regiao, Coordinates As CoordinatesREG
FROM [QVD-Maps\Regioes_Poli.qvd] (qvd);
MapProperties1.PNG

Após salvar e executar a recarga do script é preciso incluir a extensão para a interface do dashboard caso isso ainda não tenha sido realizado. Para adicionar o mapa basta alternar para o modo Web View e escolher o comando New Sheet Object (Novo Objeto de Pasta) a partir do menu de atalho. Quando a janela de objetos é exibida, basta um clique sobre Extension Objects para visualizar os arquivos instalados. Arrastando-o para a interface do painel o mapa estará disponível para as configurações de campo.

Quando a extensão é adicionada alguns campos são elegidos para preencher automaticamente os atributos de dimensão (Dimensions) e medidas (Measurement). É preciso ajustar os atributos do gráfico com um clique com o botão da direita para alterar as propriedades (Properties). Utilizando a janela de propriedades, ajuste as seguintes configurações:

1. Remova qualquer dimensão que estiver sendo exibida na lista de Dimensions. Use o botão de menos ao lado do nome do campo.

2. Adicione os campos IDUF e CoordinatesUF, respectivamente nesta ordem.

3. Altere a medida (measurement) para o cálculo desejado. Neste exemplo =Sum([DensidadeDemografica]).

4. Defina o padrão de cores utilizando a função RGB. No exemplo, verde claro.

5. Adicione o conteúdo desejado que aparecerá quando o mouse é posicionado sobre o polígono. Neste caso, apenas repetiremos a medida.

Com os parâmetros regulados tal como a figura de propriedades ao lado, o gráfico a ser apresentado será semelhante ao que se mostra abaixo.

Mapa2.PNG

Note que qualquer campo pode ser utilizado para calcular a medida (measurement). Geralmente a fórmula inserida neste campo determina a expressão que se deseja apresentar no mapa. Por exemplo, é possível substituir o cálculo proposto acima pelo somatório da população segundo a pesquisa do IBGE em 2004. Para isso, no campo Measurement basta alterar a fórmula para =Sum(Populacao2004). É com base neste resultado que os Estados serão preenchidos com a cor determinada pela expressão da propriedade ColorExpression.

Adicionalmente, a propriedade Popup Contents pode ser modificada para apresentar um conjunto de informações personalizadas e baseada nos dados presentes no modelo. Textos podem ser concatenados em uma expressão mais elegante, tal como:

='A população Brasileira de '& UF & ' em 2004 era de ' & Sum(Populacao2004).

Assim, quando o ponteiro do mouse é posicionado sobre qualquer polígono uma mensagem é exibida contendo o texto, a informação da UF e a população. Nesta configuração quando um valor selecionado no modelo filtrar um ou mais Estados, estes serão marcados no mapa com a distribuição correspondente a expressão utilizada no cálculo da medida, comparando os valores entre os selecionados e preenchendo com as cores mais fortes aqueles com resultados maiores, enquanto com cores mais fracas os de resultado menores.

Porém, é possível instruir a extensão a calcular quantos valores foram retornados da seleção atual. Por exemplo, se apenas um Estado é escolhido, é possível descer um nível e mostrar as cidades que compõe aquele Estado. É a configuração para o recurso de drill down. Para testar esta configuração é preciso modificar novamente as propriedades do Mapa para incluir um testes condicional semelhante ao apresentado a seguir.

=if(getpossiblecount(Regiao)=1,if(getpossiblecount(IDUF)=1,ID,IDUF),Regiao) =if(getpossiblecount(Regiao)=1,if(getpossiblecount(IDUF)=1,CoordinatesMUN,CoordinatesUF),CoordinatesREG)

Para testar o recurso de drill down, siga os seguintes procedimentos:

1. Remova todas as dimensões previamente adicionadas à propriedade Dimensions do mapa.

2. Em Dimensions clique no botão de mais (+) e em seguida em um botão semelhante a uma engrenagem.

3. Quando uma nova janela for exibida, clique no botão f(x) e entre com a seguinte instrução:

=If(getpossiblecount(Regiao) = 1, If(getpossiblecount(IDUF)=1, ID, IDUF), Regiao)

4. Repita o processo do passo 2 e 3 adicionando uma segunda dimensão calculada conforme a seguinte instrução:

=If(getpossiblecount(Regiao)=1,if(getpossiblecount(IDUF)=1,CoordinatesMUN,CoordinatesUF),CoordinatesREG)

Para refletir o exemplo apresentado neste documento, altere as propriedades do mapa segundo as configurações a seguir:

  • Em Measurement utilize a expressão =Sum(Populacao2004).
  • Na opção Color Expression insira a seguinte fórmula =RGB(255, 100, 100).
  • Na propriedade Popup Contents use o texto que desejar. No exemplo em questão foi utilizado a seguinte expressão:
='A população Brasileira de '& UF & ' em 2004 era de ' & Sum(Populacao2004)

O resultado será um mapa que possui recurso de drill down onde a escolha de uma Região selecionará os Estados e a partir dos Estados promoverá a exibição das Cidades. Escolhendo a Cidade serão exibidos os municípios, de acordo com a sequencia de imagens. No primeiro gráfico a distribuição é feita pelas regiões Brasileiras. Ao clicar em qualquer ponto da região Centro Oeste, por exemplo, apenas os Estados que a compõe são exibidos em resposta ao drill. Com um novo clique, mas dessa vez em no Estado de Goiás, apenas os municípios goianos são apresentados em resposta ao novo drill. Há ainda a possibilidade de selecionar um município específico clicando no polígono que o representa.

Mapa3.PNG

Informações Complementares

Algumas informações são importantes quando se trabalha com extensões:

  • No Desktop o painel deve ser utilizado em modo Web.
  • Algumas extensões exigem acesso a Internet.
  • O servidor deve ter uma versão das extensões para o acesso AJAX (Web).
  • Para instalar uma extensão em um servidor deve-se copiar os arquivos já descompactados. O processo não é o mesmo do Desktop.
  • Extensões com comunicação ao Google Maps podem exigir uma conta de usuário após um número elevado de acessos mensais.
  • Mais de uma extensão pode ser utilizada em um mesmo painel.
  • Múltiplas extensões podem ser instaladas em um mesmo QlikView Desktop ou Server.



Idea 1.jpg

Aprenda a usar variáveis em expressões complexas e aplique as técnicas substituindo as expressões fixas deste artigo.

Variáveis podem conter parâmetros para ajustar o comportamento da expressão. Clique aqui e veja como!


Envelope01.jpg
Procurando Algo? Fale Conosco!

Voltar | Índice de Artigos | Página Principal