Licenciamento e Instalação

De Qknow
Ir para: navegação, pesquisa

Licenças de Uso

As licenças do QlikView estão divididas em dois grupos:

  • Licenças de Servidor (Server License): Destinadas a instalação da plataforma servidor podendo atender a uma das 5 modalidades disponíveis, incluindo Small Business Server, Enterprise Server, Internet Access Server (IAS), Extranet Server e Test Server.
  • Licenças de Usuário (User License): Destinadas ao licenciamento dos usuários que acessam os painéis pelo protocolo HTTP. Ou seja, acesso pela Web. Estão disponíveis nas modalidades NAMED, DOCUMENT, SESSION e USAGE CAL.

Server License

  • Small Business Server: Corresponde ao licenciamento de um equipamento executando sistema operacional Windows Server 2008R2 ou superior. Armazena um número ilimitado de painéis (dependendo dos recursos computacionais) que são acessados pelos usuários por meio de navegadores de Internet (browsers) compatíveis com HTML 5.0. O licenciamento de um servidor Small Business não garante automaticamente o acesso dos usuários, pois licenças de acesso devem ser adquiridas separadamente. Em termos de instalação, não há nenhuma diferença do software de instalação da versão Small Business, Enterprise, Extranet ou IAS. Licenças de usuário para acesso ao servidor devem ser adquiridas ao limite de 120, sendo 100 do tipo DOCUMENT e 20 do tipo NAMED. A versão Small Business é geralmente destinada a instituições menores o que estejam em fase de implantação de uma solução de BI departamental, não possuindo recurso de alta disponibilidade ou balanceamento de carga nativo (embora ainda possa ser implementado pelo SO Windows Server).
  • Enterprise Server: Corresponde a licença do QlikView Server Enterprise Edition. Com esta licença o cliente adquire uma versão com capacidade de publicação de seus painéis (dashboards) em sua rede local com acesso pelo navegador de internet. Como no Small Business, são publicados os arquivos do tipo .QVW, que correspondem aos painéis criados. Uma vez licenciado, o servidor passa a operar como ponto único de acesso de todos os arquivos .QVW para os usuários da instituição. Outra importante característica da versão Enterprise é sua integração com autenticação do tipo LDAP, enquanto a versão Small Business só permite autenticação no serviço Microsoft conhecido como Active Directory. Além disso, nesta edição não há limite de número de usuários. Na realidade, a limitação é dada pelo hardware, principalmente no que tange a capacidade de memória e processador. Também na versão Enterprise é possível a configuração de balanceamento de carga por meio de produto próprio, embora seja possível também realizá-lo por meio do Microsoft Load Balance do sistema operacional Windows Server. Ainda na edição Enterprise é possível a realização de sessões de colaboração, onde vários usuários visualizam o mesmo painél durante reunião virtual.
  Nota: É possível configurar o balanceamento de carga para servidores (QVS). Para isso, durante a fase de licenciamento
        é necessário informar à QlikTech tal necessidade, pois o balanceamento exige configuração de licenças com mesmo número
        de série para todos os nós que farão parte do balanceamento.
  • Internet Access Server: O IAS, ou Internet Access Server, é destinado a instituições que precisam publicar informações para grandes massas de usuários. Neste caso, o acesso aos painéis (dashboards) é realizado de maneira anônima, embora quesitos de segurança estejam disponíveis. Diferente das edições Enterprise e Small Business, a edição IAS não exige do usuário uma licença de acesso. Ou seja, essa edição é destinada ao público de Internet e não exige autenticação prévia. Porém, somente um arquivo .QVW pode ser publicado por servidor IAS, embora no mesmo QVW document possam existir várias guias (abas) com diferentes visões das informações carregadas. Nesta edição não é possível controlar a segurança dos dados por usuário, já que o acesso é anônimo. Um exemplo bastante ilustre do uso do IAS pode ser encontrado no Anuário Estatístico da Antaq - Agência Nacional de Transportes Aquaviários.
  • Extranet Access Server: Também chamado de EAS, é destinado a empresas associadas da instituição que trabalham com o QlikView. Com esta edição é possível publicar painéis e dashboards para filiais ou parceiros de negócio que não necessariamente possuem o QlikView em suas instalações de TI locais. Trata-se, portanto, de uma edição intermediária entre o acesso da versão Enterprise (interno) e da edição IAS (público). O Extranet Server exige autenticação da entidade externa do usuário e seus meios de acesso estão limitados a conexões via dispositivos móveis ou softwares clientes compatíveis com AJAX. Adicionalmente, o extranet é destinado a publicação de no máximo 3 .QVW por servidor. Para uso do EAS (ou QES, sigla em inglês), é necessário aquisição de licenças de usuário do tipo Session Cal, única disponível para esse tipo de servidor.
  Nota: Um cliente que adquire a versão Small Business poderá migrar para a versão Enterprise usando o valor pago
        inicialmente pela SBE como "entrada" para a edição mais completa. O inverso não é verdadeiro. Ou seja, não
        é possível realizar o downgrade da edição Enterprise para Small Business.
  • Test Server (Servidor para Testes): Um servidor de teste é utilizado tipicamente para realização de homologações, validações e verificações de construções de painéis antes que estes sejam publicados em produção. Uma licença do tipo teste está disponível pela metade do valor de venda de uma licença de produção das edições Enterprise ou Small Business, permitindo segregar os ambientes para que possam ser utilizados para testes de aceitação do usuário. Ao utilizar esse tipo de licenciamento, o servidor apresentará em cada gráfico uma marca d'agua com o texto TEST. Por isso, este servidor não pode ser utilizado para fins de produção. Adicionalmente, o processo de "aluguel" de licenças não está disponível em servidores configurados com licenças deste modelo.


QVS - Test License - v1 0.jpg

  • Publisher Server: O QlikView Publisher Server compõe a linha de servidores da plataforma e responde pelo gerenciamento centralizado das conexões junto as fontes de dados. Embora seja um servidor opcional (não é necessário para iniciar o uso do QlikView) incorpora importantes funcionalidades de gestão de dados, incluindo a redução física dos registros com base em um critério. Por exemplo, um painel pode ser publicado para diferentes departamentos e cada um destes receberá uma versão do dashboard contendo apenas os dados que lhe pertencem. Esta característica de reduzir os dados por perfil (critério) é exclusiva do QlikView Publisher Server.

User License

Licenças do tipo usuário são destinadas a permitir analisar, visualizar e interagir com os painéis (.QVW) publicados em uma das versões servidores (Enterprise, Small Business e Extranet). Desta forma, além de licenciar o equipamento servidor onde painéis serão publicados, é preciso igualmente licenciar cada usuário que desejar ter acesso aos dashboards via protocolo HTTP (Web). O tipo de licença cliente depende do tipo de servidor que se deseja ter acesso. Nem todas as licenças estão associadas a todos os tipos de servidores. A tabela resumo (abaixo) apresenta as possíveis ligações entre licenças de servidores e de usuários.

  • Named User Cal: A licença do tipo Named permite que usuários possam acessar qualquer painel publicado nos servidores do qual tem acesso e permissão. Adicionalmente, permite que um usuário desenvolvedor possa "alugar" a licença para uma versão Desktop podendo abrir arquivos criados por outros usuários. Navegando pela Web (Intranet), o usuário é capaz de participar de invocar conferências utilizando os painéis que possui acesso (permissão). Observe que a licença do tipo Named é nomeada ao usuário especificamente. A alteração da licença de um usuário para outro pode ser feita, mediante aguardo de 24 horas para efetivação.
  Nota: Named User Cal só pode ser associada as licenças de servidor do tipo Enterprise e Small Business.
  • Document User Cal: Esta licença é igualmente nomeada para um usuário específico e permite a visualização de um único documento (.QVW) que deve estar associado a licença. Neste modelo, o usuário terá acesso a um QlikView Document (painel) e todas as suas guias e dados. A mudança de associação a um usuário também é possível, mediante solicitação que é efetivada em até 24 horas a partir do último uso. Esta alteração pode ser feita diretamente pelo cliente no QMC (QlikView Management Console).
  • Session Cal: Este tipo de licença não é associada diretamente a um usuário nomeado. Ao invés disso, cria-se um slot (uma vaga) de acesso no servidor, limitado apenas ao número de licenças do tipo Session Cal adquiridas. Este licenciamento é tipicamente válido para publicação de dados para grandes volumes de usuários e, mandatório, se for utilizado o servidor do tipo Extranet Server. Session Cal são conhecidas no mercado como licenças flutuantes.
  • Usage Cal: A licença por uso é caracterizada pela disponibilidade de tempo que usuários podem ter acesso aos painéis dentro de um período. Ou seja, trata-se de um acesso por disponibilidade temporal (como um telefone pré-pago). Cada vez que o usuário utiliza dos painéis publicados, o tempo de uso é debitado da licença até que nenhum tempo extra esteja disponível. Geralmente, este tipo de licença possui o tempo de acesso renovado automaticamente em bases mensais.


QV - License Summary - v1 0.png


  Nota: As licenças Named e Document são nomeadas aos usuários, enquanto as licenças Session e Usage não.

Outras funcionalidades podem ser licenciadas para usos específicos. É o caso da licença para embutir gráficos no Microsoft Share Point a partir de documentos QVW. Neste caso, não se trata de inserir um link no Share Point apontando para o Access Point, mas permitir a inclusão de um gráfico do QlikView diretamente na página do sistema da Microsoft. Observe que essa funcionalidade não está disponível na versão Small Business, mas está presente nas outras três versões servidoras já mencionadas.

Registro da Licença

As licenças do tipo servidor e de usuários são configuradas pelo QMC (QlikView Management Console). Ao finalizar a instalação do Server o QlikView cria um grupo de atalhos que pode ser acessado a partir do botão Start (iniciar) do sistema operacional Windows. Neste, é possível encontrar o atalho para o console de gerenciamento onde a licença deverá ser aplicada. Note que a licença é fornecida pelo fabricante (QlikTech) que carrega na própria chave as informações do tipo de licenciamento que será utilizado para o servidor (Small Business, Enterprise, Extranet ou IAS - Internet) e também para os usuários (Named, Document, Session e Usage Cals).

Há um equívoco comum de entendimento sobre as licenças de usuário, pois em alguns casos os novos profissionais entendem que a licença será instalada (ou configurada) diretamente na máquina do cliente. No entanto, na realidade, o QlikView Server ao ser licenciado carrega as informações do licenciamento dos usuários, tanto em quantidade quanto em tipo. Ao conectar-se, o usuário recebe automaticamente (configurável) uma licença de usuário que fica associada a ele.

  Nota: Mudanças de licenças nomeadas (Named ou Document) de um usuário para outro é possível pelo próprio console
        de gerenciamento. No entanto, para terem efeito, as mudanças podem levar até 24 horas. Essa funcionalidade é
        tipicamente importante quando um funcionário é substituído por outro que deverá ter acesso ao QlikView.

Finalizado o processo de configuração da licença é possível publicar os documentos .QVW criados no recém instalado servidor. Para isso, o QlikView Server Enterprise, Small Business, IAS ou Extranet fornece o recurso chamado de Access Point que, como o próprio nome sugere, é o ponto de acesso via navegador WEB para os painéis criados.

Na prática, o Access Point não armazena nenhum dos arquivos .QVW, mas fornece aos usuários um meio de acesso aos dashboards e painéis disponíveis. Os documentos permanecem hospedados no servidor QlikView, em pasta designada durante a instalação do produto. A publicação de um novo arquivo .QVW ocorre pela simples inclusão do arquivo na pasta do servidor.

  Nota: A pasta padrão para onde os painéis são publicados é C:\ProgramData\QlikTech\Documents. Qualquer arquivo .QVW copiado para esta pasta
        é apresentado automaticamente como um ícone de acesso Web dentro do Access Point.

O acesso ao Access Point pode ser testado no servidor ao acessar o endereço localhost/qlikview através de um navegador de Internet. Para acessos a partir de outros equipamentos da rede, basta incluir o nome do servidor ou o endereço IP. Cada arquivo publicado no Access Point é exibido na página como um pequeno exemplar do painel.


QV - Access Point - v1 0.jpg


No QMC (QlikView Management Console), o procedimento para registrar a licença é:

1. No sistema operacional Windows onde o servidor QlikView está instalado, autentique-se como administrador do QlikView.

  Nota: Nem todo administrador do sistema operacional Windows é administrador do QlikView. Para aplicar a licença, o usuário autenticado deve 
        pertencer ao grupo QlikView Administrators criado durante a instalação do produto. 

2. Uma vez autenticado, o usuário com privilégio administrativo deve abrir o QMC através do atalho disponível no grupo de programas do QlikView.

QV - Installation Process - Image 17.png


3. Com o QMC aberto, o administrador deve navegar pelos atalhos System > Licenses > QlikView Server > QlikView Server License.

QV - License Entry - v1.0.PNG


As informações a serem fornecidas na interface de licenciamento são:

  • Serial Number (Número da Licença): Refere-se ao número fornecido pela QlikTech que trás incorporado o tipo de servidor, número de licenças, tipo de licenças e afins.
  • Control (Número do Controle): Número inteiro que será usado pelo servidor para garantir a validade da licença, em o qual, não pode ser configurado.
  • LEF (Arquivo de Licença): Texto opcional que deve ser inserido no caso de falha de comunicação com o servidor de licenciamento da QlikTech.
  • Owner Information (Proprietário): Informações do comprador incluindo empresa e responsável pela aquisição.
  Nota: O arquivo LEF só será fornecido no caso de falha de comunicação entre o servidor a ser licenciado e o fabricante QlikTech. Por isso, é importante
        confirmar que o equipamento instalado tem acesso a Internet.

4. O passo seguinte é acionar o botão Apply License localizado na parte inferior direita da janela. Em resposta, o serviço do QlikView é interrompido.

5. Ao efetuar o registro da licença com sucesso, o QMC retorna uma mensagem em forma de texto no acima do botão Apply License escrito Sucess.


Instalação

Requisitos de Software

Os requisitos mínimos para a instalação das versões Server e Client são apresentados a seguir:

SERVER

  • Sistema Operacional Windows Server 2003, 2008 ou Superior.
  • Preferencialmente Sistema Operacional 64bits.
  • Conta de Domínio para uso do Serviço do QlikView.
  • Conta com Privilégios Administrativos no Servidor Local.
  • Configuração para Conta Não Expirar.
  • Libere as Portas dos Serviços em Firewall Local (Se Houver).
  • Microsoft .NET Framework 3.5 ou Superior.

CLIENT

  • Sistema Operacional Windows XP, Windows 7.
  • Microsoft .NET Framework 3.5 ou Superior.
  Nota: O .NET Framework pode ser obtido no site da Microsoft ou no portal da TOCCATO clicando [aqui]

Arquivos de Instalação

O arquivos de instalação podem ser obtidos diretamente no site do fabricante através do endereço da QlikTech (www.qlik.com) ou pelo portal da TOCCATO, distribuidora do software no Brasil, clicando [aqui]. Antes de proceder com a instalação das versões Desktop ou Server, é fundamental identificar qual plataforma Windows está disponível, pois existem instaladores diferentes para diferentes sistemas operacionais da Microsoft. Primeiramente, identifique a arquitetura dos sistemas operacionais instalados, podendo ser 32 ou 64 bits.

Arquivos para Versão Desktop

  • Windows 7, Windows Vista ou XP 64 Bits: QlikViewDesktop_x64Setup.exe
  • Windows 7, Windows Vista ou XP 32 Bits: QlikViewDesktop_x86Setup.exe
  • Windows 8 (independente da arquitetura): QlikViewDesktop_Win8andUp.exe

Arquivos para a Versão Servidor

  • Windows 2008R2 e Anteriores 64 Bits: QlikViewServer_x64Setup.exe
  • Windows 2008R2 e Anteriores 32 Bits: QlikViewServer_x86Setup.exe
  • Windows 2012, Windows 8 ou Superior: QlikViewServer_Win2012andUp.exe
  Nota: Em todos os casos considere o uso da versão 64 bits do sistema operacional, especialmente para fins de produção.

Para instalação da versão QlikView Server Enterprise, alguns requisitos devem ser observados, dentre os quais o Sistema Operacional. Para ambientes de produção é determinante a utilização da versão Microsoft Windows Server 2003, 2008, 2012 ou Superior. Outras edições do sistema operacional, tal como Microsoft Windows XP, Microsoft Windows Vista ou Microsoft Windows 7 podem ser utilizados para fins de desenvolvimento e testes, mas não é recomendável para ambientes de produção.

A publicação dos documentos (.QVW) para acesso dos usuários por meio do navegador de Internet é feito pela disponibilização dos arquivos no servidor (Enterprise ou Small Business). No caso da versão Enterprise, é possível a utilização do serviço do Microsoft IIS (Internet Information Service) ou do QlikView Web Server. O QlikView Web Server (QVWebServer) está disponível apenas na edição Enterprise.

  Nota: Para instalação de qualquer dos servidores QlikView, se faz necessária instalação do .NET 3.5 ou superior.

Ao ser instalado, a versão Server incorpora um gerenciador do servidor denominado "QlikView Management Console". Para utilizá-lo é necessário o Internet Explorer 7 (ou superior) ou Firefox 3. Observe que a instalação do servidor ocorrerá apenas em ambiente Microsoft Windows e, o referido console de gerenciamento, deverá ser acessado a partir do servidor onde o mesmo foi instalado.

  Nota: Uma vez instalado, evite alterar a localização das pastas configuradas. Se houver necessidade de alteração,
        é recomendável a desinstalação e re-instalação do servidor. Existem muitas configurações que dependem os parâmetros
        iniciais, de maneira que sua modificação poderá causar falhas gerais na aplicação.

Permissões e Acessos

Para a realização da instalação de uma das edições Server (Enterprise, Extranet, IAS ou Small Business) é fundamental a criação de uma conta de serviço com privilégios administrativos na máquina local. Preferencialmente a conta deve ser oriunda do domínio onde o equipamento está instalado, com atributo de não ter a senha expirada ao longo do tempo (Password Never Expires). Independente da origem da conta, esta deve ser adicionada ao grupo Local\Administrators.

Um Administrador do equipamento onde o QVS será instalado deve autenticar-se localmente e iniciar o processo de setup executando um dos arquivos anteriormente mencionados. Durante a instalação são adicionados até 5 serviços no sistema operacional Windows, executados sob o contexto de uma conta de serviço informada durante o procedimento. Se for possível, o administrador deve autenticar-se no Windows (log-on) utilizando a mesma conta criada para fins de executar os serviços do QlikView Server (mencionado no parágrafo anterior).

  Nota: Muitas das funções realizadas pelo QlikView Server envolvem consultar informações dos usuários que acessam os QVW documents (painéis). Por esse 
        motivo é recomendável que o serviço do QlikView seja executado com uma conta de domínio que possa pesquisar informações no AD ou LDAP.

Os serviços que podem ter sido instalados durante o processo são:

  • QlikView Management Service: Atende as requisições do Management Console. Caso o serviço não seja iniciado não será possível gerenciar o servidor QlikView. Tipicamente presente em todos os servidores QlikView. Se este serviço for interrompido ou não instalado, não será possível acessar o QMC.
  • Directory Service Connector: Integra o QlikView Server ao serviço de diretórios AD ou LDAP, permitindo que o serviço consulte as credenciais dos usuários a partir da base de usuários, além de centralizar a administração das contas de acesso.
  • Distribution Server: Responde pelos serviços do Publisher Server e geralmente é instalado em um equipamento separado do serviço do QlikView Enterprise, Small Business, Extranet ou IAS. Este serviço deve ser interrompido (stop) caso não haja licença disponível.
  • QlikView Server: Responde pelo processo de carga dos painéis de análise de dados no modelo in-memory, tipicamente presente nos servidores Enterprise, Extranet, Internet Access Server (IAS) e Small Business. Sem o serviço iniciado os painéis tornam-se indisponíveis.
  • QlikView Web Server: Atende as requisições dos usuários no portal chamado de Access Point, que centraliza os painéis publicados. Sem este serviço o QlikView não pode atender as requisições via protocolo HTTP (browser).
  Nota: A relação dos serviços instalados varia de acordo com as opções selecionadas durante o setup.

Tipicamente, ao concluir o processo de instalação, um grupo local é criado na máquina com o nome de QlikView Administrators". Em casos isolados existe a chance do grupo não ser criado durante o processo de instalação. Nestas situações, crie o grupo manualmente e inclua o usuário do serviço do QlikView configurado nos passos de instalação. Adicionalmente, inclua qualquer outro usuário de rede que necessite acessar o QlikView Management Console com privilégios administrativos.

Portas TCP

Quando a instalação for finalizada e os grupos estiverem configurados com seus respectivos usuários, inicie os serviços QlikView a partir do console de gerenciamento de serviços do Windows. Em cenários onde firewalls estiverem ativos, é importante manter liberadas as portas correspondentes aos serviços do QlikView. A instalação da versão servidor adiciona 6 (seis) serviços ao sistema operacional Windows, cada qual com suas respectivas portas de comunicação (regras de saída).

   QlikView Server ..................... 4747, 4774
   Distribuion Service ................. 4720
   QlikView Web Server ................. 4750, 80
   Management Service .................. 4780, 4799
   Directory Service Connector ......... 4730, 4735

As regras de entrada do firewall devem estar configuradas para receber conexões na porta HTTP 80 e HTTPS 443. Clientes AJAX necessitam da porta de entrada 4747. Caso haja interesse em acesso remoto ao servidor para fins de gerenciamento via QlikView Enteprise Management Console, a porta 4780 deve estar liberada nas regras de entrada. Por último, se houver configuração de envio automático de e-mail por parte do QlikView, a porta SMTP 25 deve estar liberada (regra de saída). Após verificar que todos os requisitos estão atendidos, é possível realizar o Procedimento Básico de Instalação.


Download


Assuntos Relacionados


Envelope01.jpg
Procurando Algo? Fale Conosco!



Voltar | Página Principal | Topo