Instalação do Qlik Sense Server

De Qknow
Ir para: navegação, pesquisa
QlikCiclesPicture.PNG

Página Principal >> Infraestrutura >> Infraestrutura Qlik Sense >> Instalação do Qlik Sense Server

Introdução

Este artigo descreve os passos necessários para a instalação do Qlik Sense Server com uma configuração geral que pode ser aplicada na maior parte das situações. Antes que o programa de instalação possa ser executado é preciso verificar em qual plataforma pretende-se instalar o software, pois há variações de procedimento entre os ambientes disponíveis. Se a instalação for local, diga-se, em um equipamento físico ou virtual da companhia (on premise) segue-se um conjunto de passos que diferem sutilmente de instalações realizadas em nuvem (on cloud). Antes de iniciar a instalação do Sense atente para os requisitos mínimos recomendados:

  • Windows Server 2008R2, preferencialmente Windows 2012R2 ou superior.
  • 4 Núcleos de processadores Intel i5 (ou compatível) ou superior.
  • 16 GB de memória (recomendável), embora o volume de dados é quem ditará o total de RAM.
  • DOT NET 4.5.2 instalado com as respectivas atualizações fornecidas pela Microsoft.
  • Acesso a Internet para fins de licenciamento.
  • Conta administrativa e de serviço (pode ser a mesma).

Diferente do QlikView que opera apenas sobre IPV4, o Qlik Sense Server atua com as duas estruturas disponíveis (IPV4 ou IPV6), não sendo necessária a retirada do IPV6 como ocorre na plataforma QlikView. Caso o objetivo seja apenas testar a solução, é possível instalar o servidor em qualquer sistema operacional Windows a partir da versão 7 SP1, incluindo 8.1, 10, Windows Server 2008R2, 2012R2 (64 bits). Porém, as versões 7, 8 e 10 devem ser utilizadas apenas para fins de avaliação da solução, não se destinando a ambientes de produção.

Uma conta com privilégios administrativos também se faz necessária para que o programa de instalação seja executado sob a plataforma Windows. Caso o ambiente esteja integrado a um domínio (ex. Active Directory) recomenda-se o uso de uma conta a partir do serviço de diretórios, ao invés de uma conta local. No entanto, caso o equipamento esteja fora do domínio não há objeções para que a conta seja do computador local. Esta conta também poderá servir para executar os serviços instalados pela arquitetura Qlik Sense.

Esteja certo de dispor dos arquivos de instalação do Qlik Sense Server, números do licenciamento com o respectivo controle ou arquivo LEF. O arquivo LEF é utilizado no caso de indisponibilidade da comunicação com a Internet no momento do licenciamento do produto.

 Nota: Se houver alguma previsão de troca do nome do equipamento na rede, é recomendável fazê-lo antes da instalação do Qlik Sense Server.

Algumas considerações adicionais antes de iniciar o programa de instalação são listadas a seguir:

  • Desabilite o firewall do Windows permitindo a comunicação em todas as portas TCP.
  • Caso não seja possível desabilitar o firewall, certifique-se de que as portas 443, 80, 4244 e 4248 estejam liberadas.
  • Se houver alguma instalação de versões anteriores do Sense Server esta precisará ser removida.
  • Remova ou interrompa os serviços de produtos incompatíveis como: IIS (Internet Information Services), Skype, VMWare Workstation, Tableau e SQL Server.

Produtos que utilizam a porta TCP 443 devem ser removidos, interrompidos ou desabilitados para que a instalação e operação do Sense Server ocorra com sucesso. Por isso os softwares acima são riscos conhecidos de incompatibilidade. Adicionalmente, note que a instalação no Azure da Microsoft ou no EC2 da Amazon exige uma ação no console destes serviços em nuvem para liberação das portas mencionadas.

Configuração da Conta de Serviço

SetupAccount02.png

No ambiente Windows um serviço refere-se a um programa executado pelo sistema operacional sem intervenção de um administrador. Sempre que o Windows Server é iniciado os serviços são carregados e executados sem que haja necessidade de ação manual (assumindo serviços com start automático). Para que estes programas possam ser executados sob o texto de um serviço, é preciso configurar uma conta que será usada para interagir com o sistema operacional e que seja capaz de executá-los.

Diferentes recursos e serviços são instalados pelo programa Setup do Qlik Sense Server. Para configurar uma conta de serviço caso uma não exista, os seguintes passos são necessários:

1. A partir do sistema operacional Windows Server, abra o Computer Management.

2. Sob Local Users and Groups clique sobre a pasta Users com o botão da direita e escolha New User.

3. Certifique-se de entrar com uma senha que possa ser utilizada posteriormente durante a execução da instalação.

4. Desmarque a opção User must change password at next logon.

5. Assinale a opção Password never expires.

6. Opcionalmente, marque a opção User cannot change password.

Após a criação do usuário é preciso adicioná-lo ao grupo Administrators. Para isso basta acessar as propriedades do usuário com um clique com o botão da direita sobre o nome de login recém criado. A partir das propriedades do usuário adicione-o ao grupo Administrators acessando a guia (aba) Members Of.

SetupAccount03.png

SetupAccount04.png

Caso o equipamento esteja em um domínio é recomendável utilizar uma conta existente destinada a execução dos serviços. Neste caso os administradores de rede devem ser acionados para a criação da conta. No entanto, caso a instalação seja realizada em um equipamento fora do domínio (stand alone server), usuários adicionais devem ser criados para interagir com o Qlik Sense, doutra forma não haverá usuários disponíveis para uso do software. Se for o caso, crie usuários adicionais seguindo o procedimento acima, mas não os inclua como administradores.

Se preferir, crie usuários genéricos como QlikUser1, QlikUser2, QlikUserX ou obtenha a lista dos clientes que farão uso da solução e crie as respectivas contas locais. Em corporações de médio e grande porte este processo não será necessário pois certamente haverá um domínio disponível. Logo, usuários do serviço de diretórios poderão ser autorizados posteriormente no QMC (Qlik Management Console) do Sense Server, procedimento apresentado posteriormente neste artigo.


Procedimento de Instalação

Informações Gerais

Para iniciar o procedimento de instalação é preciso autenticar-se no sistema operacional com um usuário que tenha privilégios administrativos, não necessariamente a conta de serviço criada no tópico anterior. Para obter o software de servidor mais atualizado contate sua revenda. Note que existe um processo de versionamento na Qlik durante a evolução do produto, conforme ilustração a seguir.

SenseServerRelease01.PNG
  • A versão inicial (Initial Version) possui duas trilhas de desenvolvimento. Quando este artigo foi elaborado a versão atual era 2.0. Para cada versão inicial existem dois caminhos, um destinado a correção de falhas (bugs) e outro para evoluções com as correções já implementadas.
  • A trilha Service Release compõe diversas versões menores com correções de falhas. Estes instaladores não possuem o software completo e precisam ser aplicadas sobre uma versão previamente instalada. Estas atualizações podem ser removidas individualmente, se necessário.
  • Na Feature Release são desenvolvidas novas características e funcionalidades bem como incorporadas as correções disponíveis até o momento da liberação. Uma feature release contém o software completo e não necessita de instalações prévias.


  Nota: Este artigo está baseado na versão 2.2.4 do Qlik Sense Server (Feature Release 2).

Durante o procedimento de instalação tenha em mente alguns conceitos:

  • Site: Uma coleção de servidores (ou Nós) conectados logicamente a um repositório ou nó central. Em uma instalação regular do Sense Server existe apenas um Site que contém o nó central. Adicionalmente, nós adicionais podem ser configurados para maior capacidade e disponibilidade.
  • : Um nó pode ser uma coleção de serviços específicos para distribuição de carga ou aumento de capacidade. Por exemplo, é possível configurar um nó que fique responsável apenas pelos procedimentos de recarga dos dados, enquanto outro pode ser usado como porta de entrada dos usuários (HUB).
  Nota: Para maiores informações sobre os diferentes serviços e configurações, veja o artigo sobre arquitetura do Qlik Sense.

Antes de seguir com a instalação certifique-se de que o sistema operacional em uso é 64 bits, pois além dos requisitos mínimos de memória (8GB), o programa de instalação só opera em plataforma 64. Durante o setup um repositório será instalado sob plataforma PostgreSQL. Após a instalação os arquivos copiados para o servidor poderão ser encontrados na pasta %ProgramFiles%\Qlik. Independente do papel do servidor Sense (proxy, repository, central node, etc.) o repositório sempre será instalado.

Por padrão, o repositório será executado a partir do caminho %ProgramFiles%\Qlik\Sense\Repository\PostgreSQL\[VersionNumber]\bin.

Arquivos de exemplo serão hospedados em %ProgramData%\Qlik\Sense\Repository\DefaultApps, incluindo License Monitor.qvf e Operations Monitor.qvf

Arquivos de log para os serviços instalados serão encontrados em %ProgramData%\Qlik\Sense\Log.

Quanto ao log de instalação, este será gravado de acordo com a variável %temp% do sistema operacional Windows.

Instalação do .NET Framework


Para instalação do Sense Server é preciso instalar o .NET Framework da Microsoft. Ao executar o programa de instalação (Qlik_Sense_setup.exe) será verificado automaticamente a presença da versão correta do DOT.NET, apresentando a sequencia de instalação a seguir para o caso de não estar previamente instalado. Clique no botão Accept and Install para seguir com a instalação. Caso haja uma versão anterior do DOT.NET Framework, esta será atualizada.

DOTNETFramework01.PNG

DOTNETFramework02.PNG


Instalação do Qlik Sense Server


QlikSenseServerSetup01.png
QlikSenseServerSetup03.png
QlikSenseServerSetup04.png
QlikSenseServerSetup06.png

O procedimento apresentado nesta seção refere-se a uma instalação que contemplará todos os serviços. De posse do arquivo Qlik_Sense_setup.exe, execute-o com um usuário autenticado no sistema operacional com privilégios administrativos. O setup será automaticamente iniciado pelo processo anterior de instalação do DOT.NET Framework, caso não tenha sido instalado anteriormente. Para seguir com a instalação basta selecionar QUICK INSTALL, seguido da aceitação dos termos de licenciamento marcando a opção I accept the license agreement.

Após aceitar o termo de licenciamento e avançar para a tela seguinte, o programa de instalação solicita informações a respeito do repositório. O papel do repositório pode ser um nó central, contendo todos os serviços e atuando como ponto de partida, ou pode ser um RIM, que refere-se a um papel específico dentro da arquitetura Sense Server. Este procedimento está baseado em uma instalação CENTRAL, por isso selecione esta opção para avançar.

Uma vez definido o papel do repositório, será preciso fornecer uma senha de administração para o banco de dados que hospedará as configurações e parâmetros do Sense Server. Até a versão atual da publicação deste artigo o SGBD em uso é PostgreSQL, mas há previsão de substituição na versão 3.0. Não informar uma senha implica em riscos de segurança, portanto é importante defini-la.

O passo seguinte é a definição da conta de serviço que será usada pelo programa de instalação para configuração dos componentes do Sense Server em nível de sistema operacional. Lembre-se que essa conta pode ser um usuário de domínio ou um usuário local criado especificamente para essa finalidade. Recomenda-se não incluir contas de clientes (usuários comuns) pois a alteração da senha impedirá o funcionamento dos serviços no futuro. Consulte os tópicos anteriores para criação da conta de serviço antes de prosseguir com o setup.

Caso uma conta de serviço não esteja disponível durante a instalação, ainda será possível dar prosseguimento desmarcando a opção Enter user information for starting services. Porém, será necessário não iniciar os serviços no final do processo de instalação, permitindo que a conta seja alterada quando estiver disponível. Em uma instalação com múltiplos nós é mandatório uma conta de serviço preferencialmente a partir do domínio. Se os equipamentos que compõe uma instalação distribuída não fizerem parte do domínio, será preciso criar uma conta local em cada equipamento com o mesmo nome e mesma senha, garantindo a comunicação entre os nós.

Toda a comunicação entre os servidores Qlik Sense ocorre de maneira segura por meio de certificados digitais gerados para cada ambiente. Estes certificados levam em conta nome do equipamento (HOSTNAME) e por isso o passo seguinte é a definição de como o servidor será reconhecido pelos demais serviços na rede. Se o equipamento faz parte de um domínio é importante fornecer o caminho completo da estrutura organizacional no formato subdomínio e domínio, tal como em www.qknow.com.br. No exemplo abordado por este artigo a instalação ocorreu em um equipamento local sem domínio disponível, motivo pelo qual o nome do equipamento na rede foi deixado no formato original.

Cabe observar que a alteração do nome do equipamento na rede inutiliza a instalação do Sense Server onde o nó foi configurado. Portanto, se houver previsão de alteração do nome do equipamento na rede faça-o antes da instalação do Sense Server.

Na hipótese de indisponibilidade de uma conta para execução dos serviços é possível realizar a instalação sob o contexto do local system account, uma conta interna do sistema operacional que permitirá executar os serviços mas não comunicar-se pela rede com demais nós. Por isso, caso a conta não esteja disponível no momento da instalação mas se ainda pretende usar uma conta específica, evite que os serviços sejam iniciados após o setup desmarcando a opção Start the Qlik Sense services when the setup is complete.. Essa ação permitirá que a conta seja especificada manualmente após o setup ter sido concluído.

Se a instalação foi realizada via local system account e o serviço não foi iniciado, ainda será possível alterar as propriedades de cada serviço através do sistema operacional. Assumindo que a conta só tenha sido liberada após a instalação e a opção Start the Qlik Sense services when the setup is complete foi desmarcada, altere a conta seguindo o o procedimento abaixo:

1. Crie uma conta de serviço conforme mencionado nas seções acima.

2. A partir do Windows Server, escolha Administrative Tools ► Services.

3. Para cada serviço Qlik Sense na lista de serviços, clique com o botão da direita e acesse as propriedades.

4. Na guia Log On especifique a conta selecionando a opção This Account.

5. Entre com os dados da credencial incluindo conta e senha.

6. Após alterar a conta reinicie os serviços para fazer valer a nova configuração.

Dependendo das opções selecionadas durante a instalação é possível que nem todos os serviços estejam disponíveis, motivo pelo qual a lista a seguir pode não estar completa no seu ambiente. Os serviços típicos são:

  • Qlik Sense Repository Service
  • Qlik Sense Proxy Service
  • Qlik Sense Engine Service
  • Qlik Sense Scheduler Service
  • Qlik Sense Printing Service
  • Qlik Sense Dispatcher Service

Em uma instalação personalizada (não é alvo deste artigo) é possível escolher CUSTOM INSTALL para escolher quais componente serão configurados, incluindo:

  • PROXY
  • ENGINE
  • PROXY e ENGINE
  • SCHEDULER

Alternativamente, o caminho para qualquer tipo de instalação pode ser alterado via CUSTOM INSTALL, desde que a unidade de disco não seja um mapeamento de rede.

Em uma eventualidade de falha durante o processo de instalação, consulte os arquivos de LOG localizados na pasta definida pela variável %temp% do sistema operacional Windows. É importante notar que o ambiente Windows acompanha a inicialização dos serviços e estabelece um tempo máximo para que haja resposta do mesmo. Logo, pode haver um falso alarme de que os serviços não foram iniciados. Para evitar essa ocorrência é possível alterar o tempo de espera em nível de sistema operacional alterando o parâmetro ServicesPipeTimeout para ao menos 2 minutos. A edição da registry do ambiente Windows deve ser realizada por profissional habilitado e com conhecimento do procedimento a ser executado. O editor de registros pode ser acionado pelo executável REGEDT32.EXE, com privilégios administrativos.

Atividades Pós Instalação

Após a instalação é preciso realizar ações em nível de gerenciamento de licenças e acesso dos usuários por meio do QMC (Qlik Management Console) acessível pelo endereço IP ou nome fornecido durante a instalação. Alternativamente um ícone do QMC é adicionado a área de trabalho do Windows Server caso o acesso esteja sendo realizando via acesso remoto ao sistema operacional. Para acessar o QMC entre com o endereço IP do servidor (ou endereço fornecido durante a instalação) seguido de QMC, tal como em:

https://win-9qu9fo1o9c0/qmc

Licenciamento do Servidor


QlikSenseLicense01.png

Assim que o QMC é acessado o console exibe as informações necessárias para licenciamento do produto, sem as quais não é possível realizar nenhuma outra ação. Se o acesso ao QMC for realizado imediatamente após a instalação é possível que os serviços não tenham tido tempo de completar o processo de inicialização, portanto ao ser exibida alguma mensagem de erro aguarde por mais 30 segundos antes de continuar. Como o acesso é realizado via HTTPS (S de Seguro) uma mensagem será exibida no navegador alertando sobre a conexão. Neste caso, apenas continue. Entre com as credenciais e aguarde a carga do console.

A licença é composta de três partes, todas informadas pelo seu distribuidor (ou revenda): Um número serial, um número de controle e o conteúdo denominado LEF contendo diversos parâmetros. Se o equipamento tiver acesso a Internet bastará um clique no botão Get LEF and preview the license para que este terceiro campo seja preenchido a partir do número da licença e controle. De outra forma, caso não haja uma conexão disponível, o conteúdo do campo LEF deve ser inserido manualmente. Consulte sua revenda se necessário.

 Nota: O login que registrar a licença será incluído automaticamente na lista de administradores do Sense Server.

O fato de registra-se como usuário licenciador do Qlik Sense não garante acesso as aplicações e outras ações permitidas via HUB. Por isso é preciso configurar ao menos uma licença para o administrador.

Conexão ao Serviço de Diretórios


QlikSenseUDC01.png

Um serviço de diretórios concentra os logins dos usuários na rede de maneira que os recursos sejam administrados a partir de um ponto central. Quando um domínio está disponível o usuário poderá ter apenas uma conta e senha para acesso aos diferentes dispositivos e recursos da rede. Sempre que uma conexão é estabelecida para algum componente externo um processo de autenticação garante que o usuário está autorizado a realizar determinada operação. Existem diversos serviços de diretórios de usuários e o Qlik Sense é capaz de se integrar a grande maioria deles através do protocolo LDAP, ou mesmo nativamente no caso do Microsoft Active Directory Services (as vezes chamado apenas de AD).

Ao conectar o Sense Server ao serviço de diretórios será possível obter a lista de todos os logins de rede e atribuir permissões de acesso bem como licenciamento sem precisar criar novas contas para os usuários. No exemplo deste artigo um serviço de diretórios corporativo não estava disponível, mas a integração se dará ao repositório de usuários local do sistema operacional Windows Server. Desta maneira, simula-se para fins didáticos como ocorre a configuração geral de uma importação de usuários para o Sense Server via QMC.

Para configuração de uma conexão a um serviço de diretórios, siga os seguintes passos após o licenciamento do servidor:

1. No QMC, a partir do botão Start (canto superior esquerdo da tela), selecione o atalho para User Directory Connectors.

Nota:  Alternativamente, clicando no ícone de Home (semelhante a uma casinha) é possível visualizar o atalho conforme figura anterior. 
QlikSenseUDC02.png

2. No rodapé da página é possível notar um botão de ações. Clique em Create New e escolha Local Network ou o tipo de autenticador disponível em sua rede.

3. As conexões devem receber nomes definidos pelo administrador. Entre com o texto desejado no campo Name. Neste exemplo o nome atribuído será Local Computer.

4. Se o objetivo for sincronizar apenas os usuários locais finalize a ação com um clique no botão Apply no rodapé da janela. Doutra forma, faça o passo seguinte.

5. Para sincronizar todos os usuários do domínio selecione o item Connection no menu a direita. Em seguida, marque a opção Sync All Domain Users.

6. Conclua a configuração acionando o botão Apply caso não tenha feito ainda. Aguarde a configuração da conexão ao serviço de diretórios local.

Sempre que uma configuração de UDC (User Directory Connector) é realizada uma tarefa de sincronização com o serviço de diretórios é automaticamente criada. Esta tarefa mantém a relação de usuários do QMC em alinhamento com o serviço de autenticação. Após ter adicionado um novo UDC será possível visualizar novos atalhos do lado direito da interface, onde um deles apresenta a descrição Tasks. Sob este atalho é possível visualizar a ação criada para sincronismo com o serviço de diretórios. Este artigo não visa exaurir todas as opções existentes de agendamento, mas passar uma visão geral da configuração pós instalação. Assim, note que a tarefa foi criada mas não foi executada.

Retornando a janela de configuração de UDC é possível visualizar a recém configuração com as colunas Last started sync e Last Successfully Finished Sync em branco, o que significa que o sincronismo ainda não foi executado. Para completar essa ação basta acionar o botão Sync conforme figura abaixo, aguardando o procedimento finalizar.


QlikSenseUDC03.png

É importante notar que o fato de uma configuração de UDC ter sido implementada não significa que todos os usuários serão carregados imediatamente para o Sense Server. Na realidade, há uma regra de distribuição de licenças que será implementada mediante a conexão do usuário no ambiente, vide o próximo tópico.

Associando Licenças aos Usuários


A configuração de um serviço de diretórios para autenticação é o primeiro passo para liberação das licenças aos usuários que terão acesso ao portal Sense pelo HUB (vide item anterior). Após essa configuração o Sense acessará a lista de usuários disponíveis e o administrador será capaz de associar Tokens (licenças) aos interessados em acessar o portal. Siga os seguintes passos para alocar licenças aos usuários. Lembre-se de autentique-se no QMC como um usuário administrador.

QlikSenseTokens01.png

1. Para alocar um token nominalmente a um usuário, escolha o atalho User access allocations.

2. No rodapé da página será exibido um botão para alocação. Clique em Allocate e observe a lista de usuários.

3. Será exibida a relação de usuários a partir do sincronismo com o serviço de diretórios configurados no item anterior. Selecione o usuário desejado.

4. Na janela de relação de usuários clique no botão Allocate para registrar um token ao usuário selecionado.

A janela será automaticamente fechada e a lista de usuários com licenças alocadas é exibida na tela principal do QMC. Estas licenças foram alocadas em modelo de tokens nomeados, de maneira que sempre que o usuário fizer uma conexão ao HUB haverá uma licença disponível. Para desalocar a licença basta selecionar o usuário na lista apresentada (vide figura abaixo) e acionar o botão Deallocate no rodapé da página. Note que para estes usuários recém associados não há quarentena já que não houve nenhum acesso, como pode ser constatado na coluna Last Used. Caso haja conexões do usuário a coluna será preenchida e a remoção da licença (token) levará em consideração a quarentena de 7 dias a partir do último uso.

As licenças podem ser associadas também via regras de atribuição de licenças por meio dos atalhos User access rules e Login access rules (figura acima), que correspondem as associações de tokens para usuários de maneira nomeada ou associação de passes (tokens em forma de passes de acesso). Nestes casos, ao invés de se definir um usuário específico, regras são atribuídas para listas de usuários a partir do serviço de diretórios que se enquadrem nas regras determinadas. Estas regras podem ser grupos, iniciais de nomes, departamentos e demais atributos que possam ser lidos do serviço de diretórios.

QlikSenseTokens03.png

Por padrão um usuário licenciado terá acesso a uma stream chamada Everyone. Uma stream é basicamente uma área de trabalho que reúne diversos painéis (ou Apps, como a Qlik denomina) e pode ter usuários ou grupos associados para leitura, alteração ou criação. Para testar o acesso dos usuários licenciados basta acessar o seguinte caminho:

https://endereco_ip_ou_nome_servidor/hub



Assuntos Relacionados



Envelope01.jpg
Procurando Algo? Fale Conosco!



Infraestrutura Sense | Infraestrutura Qlik | Página Principal

Página Principal >> Infraestrutura >> Infraestrutura Qlik Sense >> Instalação do Qlik Sense Server