FAQ Qlik

De Qknow
Ir para: navegação, pesquisa
Envelope01.jpg
Procurando Algo? Fale conosco!

Perguntas Frequentes

1. O QlikView será descontinuado e o Sense veio para substituí-lo?

Não. O QlikView continuará a existir focado em KPAs enquanto o Sense manterá o foco no Data Discovery Visualization. No roadmap da Qlik a versão 12 do QlikView deve ser lançada até o final de 2015. QlikSense é o novo investimento da Qlik para tornar ainda mais simples desenvolver dashboards com a plataforma associativa. Apesar de ter uma cerca convergência entre o Sense e o QlikView, são produtos diferentes e com continuidades de mercado.

2. Painéis criados em QlikView podem ser abertos em Qlik Sense?

QlikView e Qlik Sense compartilham o mesmo framework associativo. A tecnologia da versão 12 do QlikView será convergida para o uso da mesma tecnologia da ferramenta Qlik Sense. Ou seja, ambas as soluções utilizarão o mais recente e otimizado modelo associativo. Porém, por se tratar de produtos diferentes, painéis criados em QlikView não podem ser abertos na plataforma Qlik Sense, e vice-versa. No entanto, os dados podem ser carregados do QlikView para o Qlik Sense via instrução BINARY.

3. O modelo de licenciamento é o mesmo entre as duas ferramentas (Qlik Sense e QlikView?)

A Qlik evoluiu o modelo de licenças para o Qlik Sense de maneira a simplificar o entendimento por parte dos clientes. Ao invés de licenciar os servidores e também os usuários em até quatro modelos de licenças, como no QlikView, o Sense utiliza o conceito de tokens de acesso. Não há licenciamento por servidor uma vez que a aquisição de um conjunto de tokens inclui automaticamente o licenciamento do Server, o que diferencia do modelo de licenciamento do QlikView.

4. É possível instalar o QlikView Server e Qlik Sense Enterprise no mesmo sistema operacional?

As duas ferramentas utilizam portas TCP e outros recursos similares. Portanto, não é possível instalar os dois produtos no mesmo servidor. Se houver limitação de hardware para se ter dois servidores, será necessário virtualizar os sistemas operacionais resultando em duas instalações, embora possa haver uma perda de desempenho na escala de 10% a 30%. Ambos os serviços Qlik podem ser instalados em sistemas operacionais virtuais.

5. Como permitir que apenas partes dos dados possam ser visualizados pelos usuários?

No QlikView o recurso denominado Redução de Dados é responsável por apresentar somente os registros que são de interesse para cada usuário ou grupo de usuários. O que as vezes é chamado de permissão é na realidade retirar do painel ou da visão do usuário aqueles dados que não são de interesse ou que ele não tenha permissão. A redução pode ser feita de maneira lógica usando Section Access ou física, pelo QlikView Publisher Server.

6. A tabela carregada possui caracteres com acentos e sem acentos para as mesmas palavras. Como deixar tudo igual?

Uma opção é substituir os caracteres acentuados por não acentuados fazendo com que o conteúdo igual seja considerado um único valor. Por exemplo, é possível que na tabela haja o nome de um usuário como João com acento e Joao sem acento. Substituir o conteúdo de parte das strings é possível com a utilização de tabelas de mapeamento e o uso da função MapSubstring, como descrito no artigo de funções usuais no tratamento de dados.

7. Quais são as portas TCP que devem estar habilitadas no firewall para permitir o correto funcionamento dos produtos QlikView?

As portas necessárias dependem dos produtos instalados e licenciados. Em linhas gerais são:
 QlikView Access Point..............: 80, 443, 4750
 QlikView Server Engine.............: 4747, 4748, 4774
 QlikView Publisher Server..........: 4780, 4781, 4720, 4721, 4730, 4731, 4799, 4710, 4711, 14747
 QlikView NPrinting Server..........: 9000, 9001
 QlikView Expressor Server..........: 53690

8. Quais são as limitações do uso da versão Personal Edition do QlikView 11?

Tecnicamente a versão licenciada do QlikView 11 Desktop não difere da versão Personal Edition em termos de funcionalidades. Na prática trata-se do mesmo produto. O que difere uma versão da outra é apenas o processo de licenciamento e o fato de que uma edição Personal não poderá abrir arquivos criados por outros usuários. Já a versão licenciada pode abrir os arquivos criados por qualquer outra edição (Personal ou Licenciada) do QlikView Desktop 11.

9. Como faço para licenciar minha versão Desktop do QlikView para poder abrir outros painéis (.QVW)?

O licenciamento da versão Personal Edition pode ser feito em um ambiente com um servidor Enterprise que esteja habilitado para aluguel de licenças do tipo NAMED. Para licenciar o cliente basta acessar o menu Arquivo e escolher a opção Abrir no Servidor (CTRL + SHIFT + O). Ao ser exibida a janela Conectar ao Servidor informe o endereço de rede da versão QlikView Server e clique em conectar. Neste momento uma licença será alugada e a mensagem Personal Edition sumirá da barra de título.

10. Quando acesso o painel pelo navegador de Internet a barra aparece em inglês. É possível modificá-la para português?

Por padrão a barra de navegação aparece na parte superior da página em inglês, mas é possível alterá-la para vários idiomas incluindo o português. Para isso é preciso acessar o servidor QlikView e alterar o arquivo Settings.ini no caminho C:\ProgramData\QlikTech\QlikViewServer adicionando a linha InterfaceLanguage=Portuguese na seção [Settings 7]. É preciso ter privilégios administrativos para realizar a alteração no arquivo mencionado.

11. É possível restringir o acesso aos dados de um painel de acordo com o usuário que o utilizará?

Sim. O nome deste processo é redução de dados, que pode ser implementado em nível logico (via SECTION ACCESS) ou físico, através do Publisher Server. Um mesmo painel pode ser criado para atender a múltiplos usuários com separação das linhas que cada um poderá visualizar. Para entender melhor como funciona a redução de dados veja o artigo sobre seção de acesso ou, se dispõe do QlikView Publisher, consulte a redução física de dados.

12. Quando a conexão para um banco de dados utilizando a instrução CONNECT é encerrada?

Por padrão do QlikView a conexão via CONNECT estabelece a comunicação com o banco de dados através de ODBC ou OLEDB. A desconexão ocorre pela emissão do comando DISCONNECT que, embora seja uma boa prática, raramente é utilizado pelos consultores em QlikView. Outro ponto de encerramento da conexão ativa é pela emissão de um segundo comando CONNECT que encerra automaticamente o anterior.

13. O modelo associativo do QlikView & QlikSense leva em consideração as chaves criadas nas bases de dados?

Não. A associação não é um relacionamento entre tabelas. Qualquer campo pode ser usado para associação, independente de chaves primárias e estrangeiras. O que define a ligação entre os campos é o nome igual em ambas as tabelas. Ligações necessárias de campos com nomes diferentes ou desnecessárias com campos com nomes equivocadamente iguais podem ser tratadas via instruções AS, QUALIFY, ALIAS e RENAME FIELDS.

14. Após criar variáveis dentro do script, como é possível excluí-las quando não são mais necessárias?

Para eliminar variáveis da memória que não serão necessárias após a execução do script, atribua o valor vazio via comando LET ou utilize a função Null() como um valor atribuído. Tanto LET vVariavel = ; quanto LET vVariavel = Null (); resultam na eliminação de variáveis durante a execução do script. Esta técnica elimina recursos alocados que não são mais necessários a execução do código. Utilize esta técnica como uma boa prática de desenvolvimento.

15. É possível utilizar algum software de controle de versão ao desenvolver com QlikView?

Sim. Softwares de SCM (Software Configuration Management) podem ser integrados com o QlikView Desktop desde a versão 10, mas foi na versão 11 que isso se tornou mais simples. É possível utilizar o Microsoft Team Fundation (o sucessor do antigo VSS - Visual Source Safe) como também TortoiseSVN com Visual SVN Server. Estes últimos são gratuitos e não dependem de licenciamento como ocorre com o Team Fundation Server. Um guia de instalação do Team Fundation pode ser encontrado aqui.

16. Qual a principal diferença entre o Qlik e outras soluções de mercado como Tableau e Spotfire?

O modelo associativo é a principal vantagem e diferença entre as soluções tradicionais de BI e a plataforma Qlik. Enquanto no modelo tradicional a ligação entre as tabelas é feita via "relacionamento", no Qlik esta operação é realizada por meio do chamado Modelo Associativo. Esta estrutura permite que em fração de segundos todos os dados sejam selecionados em todas as tabelas com apenas um clique sobre o registro de qualquer coluna.

Associative01.png

17. O que faz o modelo associativo ser tão diferente dos modelos tradicionais de BI?

Basicamente os modelos tradicionais utilizam os mecanismos de relacionamento entre tabelas. Ou seja, o resultado de uma consulta em duas tabelas é a junção (ou JOIN) das duas entidades em uma terceira que combine os campos selecionados. Neste modelo, há o problema da cardinalidade dos dados. Ou seja, a tabela "pai" repete linhas para todas as ocorrências da tabela "filho". No Qlik, esta cardinalidade não existe e o desenvolvedor não se preocupa com o efeito das ligações das tabelas.

18. Quais os tipos de licenças para usuários do Qlik Sense Desktop?

O Qlik Sense Desktop é gratuito e pode ser instalado em qualquer equipamento Windows 32 ou 64 bits sem custo de utilização. Possui todos os recursos de conectividade, interface visual, modelo associativo e afins sem limitação de uso por tempo ou limite de funcionalidades. O Qlik Sense em ambiente corporativo pode ser integrado ao Qlik Sense Server onde os painéis desenvolvidos pela versão Desktop podem ser publicados para usuários com acesso via navegador de Internet.

19. Como configurar o processo de carga incremental?

A carga incremental é montada com uso de arquivos .QVD em um processo de leitura apenas de dados inseridos ou modificados. Não trata-se de uma configuração ou opção do Qlik Desktop, mas de uma forma personalizada de realizar o processo de reload. Dois artigos no QKnow abordam este tema. O primeiro é destinado a conceituar e testar o processo incremental, sendo verdadeiramente útil em muitos casos. O segundo, uma sub-rotina em QlikView pronta para uso em cargas incrementais.

20. Onde as extensões devem ser extraídas no servidor quando o sistema operacional em uso é o Windows 2008R2?

Para o Windows 2008 extensões devem ser descompactadas para as pastas a seguir. É importante observar que o arquivo .QAR pode ser renomeado para .ZIP e descompactado nas pastas indicadas. Apenas abrir o arquivo .QAR como se fez para registrar na versão Desktop não é suficiente.
  • Windows Server 2008:
 C:\ProgramData\QlikTech\QlikViewServer\Extensions\Objects
 C:\ProgramData\QlikTech\QlikViewServer\Extensions\Document
  • Windows Server 2003:
 C:\Documents and Settings\All Users\Application Data\QlikTech\QlikViewServer\Extensions\Objects
 C:\Documents and Settings\All Users\Application Data\QlikTech\QlikViewServer\Extensions\Document

21. Quando acesso o QMC para administrar o servidor, recebo a mensagem de erro a seguir:

Access Denied

Membership of local security groups is missing. 

Please refer to the manual for more information.
Esta mensagem é resultado de uma tentativa de acesso por um usuário que não faz parte do grupo de administradores do QlikView Server. Mesmo que o usuário autenticado no sistema operacional faça parte do grupo Administrators do servidor, não significa que pode administrar o QlikView pelo QMC. Quando o QVS é instalado um grupo chamado QlikView Administrators é criado, sendo este o grupo que a conta deve ser inserida para acessar o QMC com privilégios administrativos.

22. Utilizei a função TRIM para remover espaços indesejáveis de um campo e mesmo assim os espaços continuaram. Por quê?

Espaços são caracteres definidos pela tabela ASC como brancos simples e são removidos pela função TRIM. Porém, existem outros caracteres com fundo branco que são considerados hard blanks e não são removidos pela função. Ou seja, apenas caracteres fruto do código ASC 32 são removidos pelo TRIM, enquanto outros brancos podem ser representados pelos caracteres ASC 160 ou 09. Para estes casos utilize as funções REPLACE ou PURGCHAR.

23. Como funciona o licenciamento na plataforma Qlik Sense?

O Qlik Sense possui um servidor semelhante ao que ocorre na plataforma QlikView. Porém, no Sense o servidor não possui custo de aquisição pois a Qlik o oferece ao cliente que adquirir acima de 5 tokens. Estes tokens são as licenças de usuário, semelhante ao que ocorre nas licenças NAMED do QlikView. Portanto, ao adquirir acima de 5 tokens o servidor pode ser instalado no ambiente do cliente sem custos adicionais.



Página Principal